Sempre que você vai a algum estabelecimento, de restaurantes a supermercados, qual é uma das primeiras coisas que se observa? A verdade é que, se estiver tudo em ordem com a organização e a limpeza, dificilmente as pessoas se atentarão a isso. Mas basta algum ponto de sujeira ou de falta de organização para que o ambiente já perca qualidade e fique mal visto aos olhos dos clientes. Além de ser fundamental para melhorar o desempenho do estabelecimento e do serviço prestado, a limpeza da oficina transmite organização, qualidade e confiança ao consumidor.

A fama das oficinas mecânicas não é das melhores, convenhamos. É normal que as pessoas pensam nas oficinas como ambientes sujos, escuros e bagunçados. Porém, esse é um estereótipo que ficou no passado! Com a grande concorrência no setor, é fundamental que as empresas apresentem um diferencial para atrair e manter seus clientes. Uma oficina mecânica organizada e limpa sem dúvida transmite mais segurança e profissionalismo para os consumidores. E os clientes atuais se importam com o ambiente onde deixam seus carros. Além disso, a organização ajuda na execução dos serviços e na produtividade da equipe.

É muito importante que a oficina tenha procedimentos de limpeza adequados, desde a parte de descarte de produtos até a limpeza e organização do ambiente físico. Fique atento a algumas dicas para garantir a limpeza e organização de sua oficina:

  1. Ferramentas

Cada coisa em seu lugar! O primeiro passo para um ambiente organizado e limpo começa eliminando as ferramentas espalhadas sobre as bancadas e chão. É preciso que se tenha um espaço exclusivo para armazenar esses instrumentos de trabalho. Isso é importante tanto para conservá-los, quanto para otimizar a organização do espaço e do serviço.

A dica é adquirir armários específicos para ferramentas ou instalar painéis magnéticos ou “pegboards”, que são ótimas soluções para quem não possui muito espaço. Para oficinas grandes, uma boa solução é investir em carrinhos de ferramentas com divisórias, além de etiquetas para ajudar na identificação dos instrumentos.

  1. Produtos de limpeza específicos

BoxtopA preocupação de ser com a limpeza de todo o ambiente: do espaço aos funcionários. Para limpeza de bancadas, utensílios e chão é fundamental a utilização de produtos que promovam a retirada da sujeira facilmente. Em relação aos funcionários, existem pastas que retiram o óleo e graxa das mãos. Também a utilização de luvas, na maioria dos procedimentos, faz com que o trabalhador não tenha contato direto com essas substâncias. Para o chão da loja, existem diversos detergentes específicos que propiciam a limpeza de forma eficiente e prática em ambientes com sujeira pesada. O mais utilizado em oficinas é o detergente desengraxante em pó para pisos. Já em relação às ferramentas, é necessário passar um óleo anticorrosivo para evitar que as mesmas enferrujem, além da limpeza tradicional.

  1. Áreas de trabalho

Para melhorar o aspecto da oficina, é interessante que os espaços de trabalho sejam “demarcados”. Dessa forma, cada tarefa é executada dentro de um local apropriado e os funcionários não ficam de um lado para outro a todo momento. Um bom exemplo é a troca de óleo ser realizada sempre no mesmo local e, de preferência, pelo(s) mesmo(s) funcionário(s). É importante lembrar de seguir uma lógica nessas demarcações, tentando segmentar de acordo com o tipo de serviço que será executado, agrupando os semelhantes.

  1. Equipe consciente

A melhor solução para um ambiente organizado é a cooperação entre todos. O gestor deve incentivar, esclarecer e educar os funcionários. Para isso, vale a pena seguir uma linha de raciocínio: explique a tarefa, mostre os benefícios, peça para repetir e veja se entendeu corretamente. Esteja disponível para qualquer dúvida e promova o bom relacionamento.

  1. Utilize tecnologias

Se valer das tecnologias que o mercado dispõe sempre garante mais modernidade no serviço e atendimento. Existem equipamentos, por exemplo, que além de auxiliarem na produtividade, ainda colaboram com a limpeza e organização do espaço. É o caso do Elevador Automotivo EBP-2700 Auto Lubrificado a Óleo da Boxtop. A principal inovação deste produto é o fato do elevador não respingar óleo nas oficinas, motivo pelo qual está sendo chamado também de elevador “ecologicamente correto”. Confira mais sobre este produto aqui.

Além disso, a organização em uma oficina mecânica não está só no ambiente, a parte administrativa também merece esse cuidado. É possível melhorar e digitalizar processos de compras, reposição de estoque e relacionamento com clientes e fornecedores. O uso de softwares de gestão está se mostrando um importante parceiro das oficinas que buscam otimizar seu fluxo de trabalho e, principalmente, a qualidade da sua gestão.

  1. Disciplina é a chave do sucesso

BoxtopA partir do momento em que toda a equipe trabalha com disciplina, o sistema funciona de forma adequada. Essa é uma dica simples e óbvia, porém nem sempre é aplicada no ambiente automotivo. Além de disciplinar os colaboradores quanto à organização e limpeza, é muito importante mostrar uma metodologia de trabalho no atendimento ao público. Um grande problema nas oficinas mecânicas está no trato com o cliente, onde é comum perceber atitudes e comentários pejorativos, maldosos e infantis, especialmente relacionamos ao gênero. Isso é algo inadmissível, pois além de ser ilegal e criminoso, faz a loja perder credibilidade e afastar clientes.

  1. Recolha feedbacks

Assim como é necessário efetuar um serviço de qualidade, organizado, higiênico e rápido para o cliente, saber a opinião deles é fundamental. A dica é colocar um questionário (e nele perguntar sobre a limpeza e a organização, dentre outras coisas), para que os usuários possam fazer observações consideráveis e a oficina melhorar sempre mais.

Deixe um resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *